Pesquisadores americanos criam microchip que detecta Covid-19 no sangue

  • 04/05/2021

Pesquisadores americanos criam microchip que detecta Covid-19 no sangue

Cientistas do Pentágono inventaram um microchip que, inserido sob a pele, detecta se o paciente está com Covid-19 antes de os sintomas surgirem. Eles também desenvolveram um filtro que pode remover o vírus do sangue do paciente por meio de uma máquina de diálise.

Os pesquisadores da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) disseram que vêm trabalhando há anos em maneiras de prevenir e acabar com as pandemias.

O coronel aposentado Matt Hepburn, médico infectologista do Exército que liderou a resposta da DARPA à pandemia, apresentou a tecnologia no programa no programa 60 Minutes na CBS.

A ideia da invenção surgiu após 1.271 infecções serem registradas a bordo do porta-aviões USS Theodore Roosevelt em 2020.

O microchip, que não rastreia o movimento, é transportado em um gel semelhante a um tecido e é projetado para analisar continuamente o sangue do paciente.

“Você coloca sob a pele e isso indica que há reações químicas dentro do corpo, e esse sinal significa que amanhã você terá sintomas”, explicou o Coronel Hepburn.

"É como a luz de 'verificar o motor'”, acrescentou.

"Os marinheiros receberiam o sinal, então eles se autoadministrariam uma coleta de sangue e se examinariam no local", explicou.

“Podemos ter essa informação em três a cinco minutos. À medida que você encurta esse tempo, ao diagnosticar e tratar, o que você faz é interromper a infecção", disse.

O coronel Hepburn também disse no programa que sua equipe havia inventado um filtro que, se colocado em uma máquina de diálise, removeria o vírus do sangue.

Ele informou que esse tipo de tratamento de quatro dias havia sido dado à “Paciente 16”, esposa de um militar, que sofria de falência de órgãos e choque séptico.

"Você o examina, ele mata o vírus e retorna o sangue", observou o coronel Hepburn, que mencionou que poucos dias após o tratamento a paciente havia se recuperado totalmente.

O tratamento foi aprovado pelo FDA para uso de emergência e tem sido usado para tratar cerca de 300 pacientes enfermos.

Fim dos tempos

Muitos cristãos têm expressado preocupações sobre implantes de microchip porque ligam este fato a um 'prelúdio' para "a marca da Besta", como descrito no livro de Apocalipse.

A passagem usada por muitos para relacionar o chip à marca da besta estaria em Apocalipse 13:16-17 (NVI): "Também forçou todas as pessoas, grandes e pequenas, ricas e pobres, livres e escravas, a receberem uma marca na mão direita ou na fronte, para que eles não pudessem comprar ou vender, a menos que tivessem a marca, qual é o nome da besta ou o número do seu nome".

Apesar das inúmeras e fortes especulações sobre o implante do chip preceder a "marca da besta", descrita no livro de Apocalipse, o teólogo e mestre em filosofia Jonas Madureira, lembrou que a Bíblia não dá base para assegurar esta teoria, especificamente.

O teólogo explicou que muito dessa confusão se dá pelas diferentes correntes de estudiosos e pela livre interpretação da Bíblia.

"Enquanto um grupo, mais moderno, defende que muito na Bíblia está em forma de metáfora, de simbolismo, outra corrente mais tradicional afirma que tudo deve ser interpretado ao pé da letra", esclareceu Madureira.

Porém Madureira ainda lembrou que a "marca" que distingue o verdadeiro cristão daqueles submissos ao anticristo vai além de um chip.

"No tocante a qualquer uma das interpretações, vale salientar que nada está totalmente comprovado e que qualquer informação não passa de especulação, embora estudos bastante sérios estejam em andamento. Desde os tempos bíblicos, a marca que distingue o verdadeiro cristão está tanto em suas atitudes quanto em seu coração", acrescentou.

"Quem busca verdadeiramente a Deus tem seu futuro garantido, nestes tempos ou mesmo no fim deles. De qualquer modo, uma dica final de João no próprio Apocalipse resume tudo o que foi dito no livro final da Bíblia: “Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida (22.17)", finalizou.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/noticias/pesquisadores-americanos-criam-microchip-que-detecta-covid-19-no-sangue.html

Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ_Unidos

Programa Semanal

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes